Tudo sobre impressoras 3D

Impressoras 3D usam um processo de fabricação, no qual um objecto tridimensional sólido de praticamente qualquer formato e tamanho é reproduzido a partir de um modelo digital. A impressora 3D conseguem produzir esses objetos utilizando um processo aditivo, em que várias camadas de material são fixadas em diferentes formas. Esse tipo de impressão, se destingue das outras técnicas de maquinagem tradicionais, principalmente por se basear na remoção de material por meio de métodos, tais como o corte, perfuração e raspagem (processos de subtração). Ou seja, o objeto já é impresso no formato e tamanho corretos. Saiba mais sobre como funciona o processo.

Uma impressora de materiais 3d, normalmente executa o processo de impressão usando tecnologia digital. A primeira impressora 3D já criada, foi inventada em 1984 por Chuck Hull, um funcionário que trabalhava na 3D Systems Corp. Desde o início do século 21, houve um grande crescimento nas vendas dessas máquinas, e seu preço, apesar de ainda ser salgado no Brasil, já caiu muito.

A tecnologia da impressão 3D é usada em uma infinidade de aplicações, principalmente na prototipagem e fabricação de moldes em arquitetura, construção, design industrial, automotivo, aeroespacial, militar, engenharia, engenharia civil, indústrias médicos e odontológicos, biotecnologia (substituição do tecido humano), moda, calçados, jóias, óculos, educação, sistemas de informação geográfica, alimentos, armas, e muitos outros campos. Especula-se que a impressora 3D pode se tornar um item de mercado de massa e, dentro de alguns anos, ser tão comum quanto geladeiras nas residências. Estudos apontam essa tendência, principalmente por essas impressoras permitirem que os consumidores evitem custos associados à compra de objetos comuns.

Uma família dona de uma impressora 3d pode, por exemplo, imprimir objetos em sua própria casa, como brinquedos para os filhos, utensílios de cozinha, peças decorativas, peças de design, armas, bijouterias, entre inúmeras outras utilidades.